O pai influencia muito a vida dos filhos. Seus genes, seus cromossomos e seu jeito de ser impactam a vida presente e futura de seus descendentes.

A participação do homem é fundamental para que uma gravidez seja alcançada, porém, após o nascimento do bebê, o pai deve exercer sua paternidade para que seus filhos possam avançar pela vida. Conheça algumas curiosidades, que talvez você não saiba, em que o pai influencia seus filhos.

1.Seus cromossomos determinam o sexo do bebê!

É o homem que determina, com seus cromossomos, se o futuro bebê será menino ou menina. Ou seja, o óvulo da mãe sempre terá o cromossomo X (feminino), mas o espermatozoide pode ter um cromossomo X ou Y (masculino). Por isso, quando se junta XX, é menina e, no caso de XY, é menino.

2. O esperma do papai ativa a formação da placenta!

É o esperma do pai que é responsável por ativar o DNA do óvulo para que todos os órgãos de um bebê se desenvolvam e, claro, a placenta, isso é feito após o terceiro dia de fecundação. Sem pai não há placenta.

3. A voz do papai, gere obediência!

A maioria dos homens tem uma voz mais profunda do que as mulheres. Por isso, quando a criança não obedece, não é necessário ouvir a voz aguda da mãe, pois se ela também estiver gritando, suas cordas vocais ficam tensas e encurtadas. Por outro lado, a voz do pai sempre terá um efeito positivo, porque a pessoa tende a seguir ordens de uma voz grave, e ainda mais se suas cordas vocais estiverem alongadas e relaxadas.

Recomendamos que você leia: Por que não punir seu filho com a Lei do Gelo?

4. Os abraços do pai levam seus filhos à Lua. Seja carinhoso!

Alguns pais não tocam seus filhos com tanta frequência quanto a mãe (de acordo com algumas pesquisas dos EUA, as mães tocam seus bebês 33-61% do tempo total que interagem com eles, mas o pai muito pouco). Por isso, sempre que tiver oportunidade, abrace seus filhos, pois essa demonstração de amor os leva diretamente à Lua. Deixe o machismo para trás, seu filho precisa do seu amor, abrace-o, dê-lhe beijos e seja um pai emocionalmente presente!

5. Os pais ajudam os filhos a serem independentes da mãe

Os bebês percebem que o papai é diferente da mamãe em termos de cheiro, tamanho, estilo, sensação, som e presença geral. É por isso que as crianças percebem que seus pais são diferentes de suas mães, mas que também cuidam deles, os abraçam e os protegem. Desta forma, os bebês começam a aprender com seus pais idas e vindas, transições, separações e, claro, proteção afetuosa, mas não materna. Consequentemente, as crianças percebem que podem ser autônomas e independentes de sua mãe, sua principal cuidadora e objeto de amor, graças ao fato de o pai estar ali, elas podem se separar do bebê e retornar. Essas ações formam a independência da criança.

Livros recomendados para pais

1.a nova paternidade
Autor: Luciano Rabasedas
COMPRE AQUI

dois. Ei, ei… Pai?
Autor: Lorna Scobie
COMPRE AQUI

3. Seis histórias sobre o pai
Autor: Sara Agostini
COMPRE AQUI

Quatro. meu pai é mágico
Autor: Celso Romano
COMPRE AQUI

5. Que sorte meu pai!
Autor: Marie-Agnes Goudrat
COMPRE AQUI

6. Meu pai é o melhor
Autor: Eva Rodríguez Juanes
COMPRE AQUI