Esta conversa surgiu na Comunidade do BabyCenter e, como cada cabeça é um mundo, as diferenças são óbvias entre as próprias mulheres grávidas.

Uma futura mãe perguntou se a gravidez deveria contar como uma deficiência, então esclareceu que significava que as mulheres grávidas merecem um lugar especial para estacionar, sentar-se, etc.

As respostas parecem depender de quão confortável ou desconfortável foi a gravidez. Por exemplo, algumas futuras mães disseram que sempre se sentiram muito bem e que lhes parece um abuso usar a gravidez para obter direitos ou privilégios especiais.

Outros disseram que, pelo contrário, se sentiram mal durante a gravidez e consideraram que durante a gravidez eles não são o mesmo que qualquer outra mulher e homem. Eles disseram que não viam como um abuso que a sociedade lhes concedia alguns "privilégios" para poder descansar um pouco.

Um deles comentou, por exemplo, que uma vez ela foi a uma loja em um dia barato, e depois estacionar em local normal e não indicado para gestantes, teve que sair porque os espaços entre um veículo e outro são muito pequenos e não conseguiam abrir a porta do carro e sair, a barriga não permitia e teria necessidade de abrir a porta mais

No entanto, outras mães e futuras mães disseram que se as mulheres querem direitos iguais, teríamos que começar por não exigir atenção especial.

Eu não concordo, acredito que as mulheres durante a gravidez merecem um Tratamento especial, não porque eles são deficientes, mas por uma simples e simples cortesia para uma pessoa que está desenvolvendo uma vida, que tem peso extra, pés inchados, etc. Eu não acho que se trata de tentar tirar vantagem de qualquer situação.

Nas minhas três gravidezes, lembro com prazer as vezes em que alguém tinha a atenção de me dar o assento e também me lembro de pensar que era muito imprudente e descortês não fazê-lo. É por isso que agora, sempre que vejo uma mulher grávida, eu de bom grado a ajudo com a porta se ela é pesada, dou a ela o meu assento e é claro que eu nunca estaciono nos assentos reservados para eles

Nunca vai doer, você não acha?

Foto: Istockphoto.