As crianças são o futuro do mundo e precisam de uma sociedade que as respeite e as aceite como são. Uma tribo que os ensina a se tornarem os melhores adultos Eles podem ser, mas o que acontece quando eles se sentem rejeitados repetidamente por aqueles que são incomodados por crianças?

Quem não tem filhos, quando está de férias ou quer aproveitar o lazer, parece que tem mais direitos do que quem tem filhos.

Em primeiro lugar, quem tem filhos pode dizer que tem mais razão, porque, dada a concorrência, é provável que os nossos dias sejam mais stressantes do que aqueles que só têm de se preocupar consigo próprios. E segundo, as crianças têm o mesmo direito de aproveitar a vida que os adultos que querem relaxar sem gritar ao fundo…

Carta para você, que as crianças te incomodam

Sim, meus filhos são minha responsabilidade, mas se você não quiser ver crianças ou pintar no seu intervalo, procure um lugar onde não haja (vai custar um pouco). Quando as crianças correm, pulam e brincam é porque estão se divertindo muito e sim, é quando estou indo bem. Por quê? Porque meu filho não é um móvel, ele não precisa ficar parado só para que você possa curtir um banho de sol na praia tranquilamente. Se você se aproximar de famílias com crianças, não espere o seu momento zen, porque você não o terá.

E nem pense em me dizer que meu filho não precisa estar em um restaurante comendo com a família, ou vendo uma exposição em um museu comigo. Porque ele tem o mesmo direito que você. E você faz mais mal reclamando dele do que ele aproveitando o momento. Porque é disso que se trata a vida, sabe? Para desfrutar e valorizar cada momento que você vive.

Desde pequenos, tenho explicado aos meus filhos que eles devem respeitar os outros, aceitar as diferenças e se comportar sempre que necessário… ser.

Então, você, se você tem fobia infantil e acha que famílias com crianças devem se trancar em um bunker para não “interromper” seu bem-estar, você está mais do que errado. Eu ensino meus filhos a respeitar os outros, sim, mas também exijo o mesmo deles. Então, se você não quer crianças por perto, procure atividades onde não haja crianças, pois se você escolher atividades onde elas estejam presentes, elas merecem seu respeito e compreensão, estão descobrindo o mundo!

Nem sempre os meus filhos estarão nos parques porque “é o lugar das crianças”. Irão à praia, à serra, a restaurantes, a fazer caminhadas, a comer no campo, a banhar-se nos rios, a apanhar comboios, a aviões, a hotéis e a fazer tudo o que nós, os seus pais, propusemos . Sim, aqueles adultos que vão a lugares com nossos filhos para formar memórias familiares maravilhosas. Esses mesmos.

Embora esta sociedade tente punir aqueles de nós que têm filhos, aqueles de nós que somos pais e mães, lutaremos por eles enquanto tivermos ar em nossos pulmões. É normal que a taxa de natalidade esteja caindo. Conseguir um bom emprego ou ter acesso a uma casa torna tudo cada vez mais complicado…

Posso garantir que ser pai ou mãe não é uma tarefa fácil. É fazer o impossível para equilibrar os horários, chegar ao final do mês, para que não falte nada de essencial em suas vidas, ajudá-los nas tarefas de casa, levá-los para depois da escola, dar-lhes banho, cantar para eles à noite, cozinhar , e mil outras coisas… Porque também damos tudo no trabalho (o que nos faz trabalhar como se não tivéssemos filhos) e sim, tudo isso em 24 horas. É uma vida que escolhi e que não mudaria por nada.

Nossos filhos são o futuro da sociedade… goste você ou não. Posso dizer-lhe que aqueles de nós que têm filhos não estão inconscientes. Somos corajosos, apostamos na vida, no caminho difícil… E da mesma forma que respeitamos o seu estilo de vida, você respeita o nosso, mas acima de tudo, respeita os nossos filhos.