As relações sociais fazem parte do nosso dia a dia. Nos relacionamos com as pessoas que nos atendem no supermercado, os médicos do posto de saúde, nossos vizinhos, colegas de trabalho, amigos e familiares. As relações com os outros fazem parte de nossas vidas, por isso é essencial ensinar as crianças a se relacionarem com aqueles que as cercam desde cedo. E nesse sentido, ajudá-los a desenvolver a assertividade é especialmente importante para que possam ter relacionamentos mais saudáveis, baseados no respeito, humildade e tolerância.

O que se entende por assertividade?

A assertividade é um componente essencial nas relações interpessoais. É uma habilidade que permitirá que as crianças se expressem com sinceridade, expressando o que querem dizer de forma livre e respeitosa, sem ferir os sentimentos das pessoas ao seu redor. Basicamente, é uma forma de se reafirmar como pessoa sem se submeter ao julgamento dos outros ou prejudicar os outros. Na prática, entende-se por pessoa assertiva aquela que é capaz de expressar abertamente suas ideias, pensamentos e sentimentos e que, na mesma medida, respeita os que a cercam.

Por que você deve ensinar as crianças a serem mais assertivas?

Ao contrário do que muitos acreditam, assertividade é uma habilidade que beneficia tanto quem a dá quanto quem a recebe. Ensine as crianças a serem mais assertivas é uma forma de incentivá-los a defender seus direitos, seu direito de ser tratado com dignidade e respeito, de ser uma pessoa autônoma, de ter suas próprias opiniões e tomar suas próprias decisões. Tornar-se assertivo também os ajuda a expressar suas necessidades, emoções e critérios de forma mais clara e sincera, mostrando-se como são e afirmando-se como pessoas.

Da mesma maneira, é uma forma de prepará-los para evitar que outras pessoas os manipulem ou abusem deles. Quando as crianças aprendem a ser assertivas, conseguem perceber mais facilmente quando os outros tentam pisoteá-las ou passar por cima delas e têm ferramentas para evitar que isso aconteça e encontrar uma solução mais adequada para cada conflito. Também, é uma forma de ensiná-los a serem mais tolerantes e respeitosos com a diversidade de critérios, o primeiro passo para que, mais tarde, aprendam a ser pessoas mais inclusivas.

Cinco estratégias para desenvolver a assertividade desde cedo

A assertividade não é uma habilidade exclusiva de poucos, mas pode ser desenvolvida. E quanto antes você começar, melhor. Por isso, é importante que você eduque seus filhos para que eles se tornem pessoas assertivas desde cedo porque assim eles terão as ferramentas de que precisam para fazer valer seus direitos e respeitar os outros à medida que crescem. Aqui estão algumas dicas simples, mas muito eficazes para desenvolver a assertividade nas crianças desde tenra idade.

1. Permita que expressem suas opiniões e emoções

Censurar as opiniões dos pequenos em casa e impedi-los de expressar seus sentimentos de forma aberta e espontânea não os ajudará a se tornarem pessoas mais assertivas, muito pelo contrário. Portanto, se você realmente quer estimular a assertividade em seus filhos desde cedo você deve estar disposto a ouvir seus critérios, validar seus pontos de vista e aceitar seus sentimentos. É uma forma de ensiná-los a fazer valer seus direitos e serem honestos consigo mesmos e com os que os cercam, mostrando-se como realmente são.

2. Incentive-os a tomar suas próprias decisões

Muitos pais ignoram os desejos de seus filhos porque acreditam que ainda não estão maduros o suficiente para tomar suas próprias decisões. É verdade que as crianças não têm maturidade suficiente para decidir questões importantes como a escola que vão ou onde vão morar, mas por outro lado são capazes de escolher que roupa vão vestir ou que livros vão ler, e dar-lhes a liberdade de tomar essas pequenas decisões é essencial em seu caminho para a independência. Então, se você quer ensinar as crianças a serem mais assertivas à medida que envelhecem, Começa dando-lhes um voto de confiança e permitindo-lhes tomar as suas próprias decisões do dia-a-dia e tomar partido nas mais importantes.

3. Ensine-os a respeitar os outros

Às vezes, as crianças se comportam de forma desrespeitosa com os que estão ao seu redor porque não sabem como reagir de outra forma. De maneira que Se você quer ensinar seus filhos a serem mais assertivos, comece ensinando-os a respeitar os outros. Nesse sentido, não basta apontar seu comportamento rude, mas também fornecer ferramentas para aprender novos padrões de comportamento. Por exemplo, você pode ensiná-los a canalizar sua raiva tomando alguns minutos para respirar fundo antes de gritar com um amigo ou mostrar como responder a uma crítica negativa de um colega.

4. Respeite o “não” deles

Ensinar as crianças a dizer “não” quando não querem fazer algo, seja porque não têm vontade ou porque têm um plano diferente, é uma ótima maneira de motivá-las a fazer valer seus direitos desde cedo. No entanto, é inútil incentivá-los a dizer “não” e ensiná-los que não precisam fazer o que os outros fazem ou aceitar qualquer proposta para agradar os outros, se você ignorar o “não”. Por tanto, Se você quer criar filhos para se tornarem pessoas autênticas e autodeterminadas, você deve começar respeitando seus desejos e aceitando quando eles dizem “não”.

5. Ensine pelo exemplo

Claro, não há melhor maneira de ensinar as crianças a serem assertivas do que pelo exemplo. Se você realmente quer que seus filhos se tornem pessoas mais assertivas, comece mostrando-lhes como fazê-lo. Seja mais empático com as pessoas ao seu redor, evite que os conflitos tragam à tona sua pior versão e seja honesto com os outros em todos os momentos. Dessa forma, seus filhos não só terão as ferramentas para serem mais assertivos, mas também poderão ver em seu dia a dia como a assertividade é colocada em prática.