Ajudar as crianças a melhorar seu desempenho acadêmico ajuda a desenvolver suas habilidades cognitivas e intelectuais. O objetivo não é apenas passar nos exames e passar de nível, mas adquirir novas habilidades e habilidades ao mesmo tempo que promove a sua capacidade e motivação para aprender. Nesse sentido, um estudo realizado na Universidad del Atlántico revelou que estimular o desempenho acadêmico também melhora o pensamento crítico nas crianças.

É claro que o desempenho acadêmico por si só não é um indicador de sucesso na vida, nem necessariamente reflete a inteligência de uma criança. No entanto, motivar as crianças a darem o melhor de si na escola pode incentivá-las a desenvolver todo o seu potencial e a ter um papel mais ativo no processo de aprendizagem.

5 recursos úteis para melhorar o desempenho acadêmico das crianças

Se você deseja aumentar o desempenho acadêmico ou ajudar as crianças a desenvolver todo o seu potencial, existem algumas estratégias simples, mas eficazes, que as motivarão a aprender e as ajudarão a melhorar seus resultados. O melhor de tudo é que alguns deles são até divertidos, para que as crianças os incluam alegremente em sua rotina diária.

1. Incentive-os a praticar esportes

Os benefícios da atividade física para a saúde são inegáveis. No entanto, você sabia que também ajuda a melhorar o desempenho cognitivo das crianças e estimula seu aprendizado? Isso foi corroborado por um estudo realizado na Universidade de Vrije, no qual foi constatado que crianças que praticam esportes regularmente não só aprendem mais facilmente e se concentrar melhor, mas também alcançar melhores resultados acadêmicos.

Tudo indica que a prática esportiva melhora a oxigenação do cérebro enquanto ativa áreas relacionadas à atenção, concentração e memória, de uma forma que melhora essas funções cognitivas. O exercício físico também é um bom aliado para aliviar o estresse e a ansiedade, por isso ajuda as crianças a se prepararem melhor para os exames e tem um impacto positivo no desempenho infantil.

2. Escolha uma plataforma educacional de apoio

Outra excelente estratégia para estimular o desempenho acadêmico das crianças é apostar em uma plataforma de apoio educacional, como o Luca. É uma plataforma educacional online que transmite lições oficiais e conhecimentos chave de uma forma diferente, através jogos educativos que promovem a aprendizagem significativa, facilitam a concentração e melhoram a memorização. Como resultado, as crianças aprendem mais e melhor. De fato, 85% dos alunos que confiaram na plataforma melhoraram seu ritmo de aprendizado e notas em matemática e ciências, enquanto 88% melhoraram seus métodos de estudo e desenvolveram suas habilidades de escrita e leitura.

Como funciona? Disponível 24 horas por dia durante a semana, a plataforma Luca conta com mais de 1.000 videoaulas de 5 minutos que explicam às crianças todo o conteúdo de sua série, além de fornecê-los com exercícios didáticos para que possam praticar o que aprenderam enquanto se divertem. A plataforma educacional também possui um sistema de avaliação baseado no plano de estudos do SEP para que as crianças possam testar seus conhecimentos antes de fazer exames oficiais. Sem dúvida, é um excelente recurso para que as crianças assumam o controle de sua aprendizagem desde cedo, uma habilidade que será de grande utilidade para elas mais tarde na vida.

3. Use a tecnologia para facilitar o aprendizado

Bem usada, a tecnologia pode se tornar um recurso útil para estimular o desempenho acadêmico das crianças. Para além dos computadores ou tablets, que permitem às crianças rever o conteúdo das disciplinas escolares, enriquecer a informação recebida na sala de aula e fazer os trabalhos de casa, existem outras ferramentas que também podem utilizar para reforçar os seus conhecimentos.

Por exemplo, existem aplicativos para gerenciar o horário escolar que ajudam as crianças a organizar suas horas de estudo, bem como aplicativos educacionais com os quais podem testar seus conhecimentos em diferentes disciplinas de maneira diferente e divertida. Também existe aplicativos que facilitam a tomada de notas para que não fiquem para trás. Dicionários online e calculadoras científicas são outros recursos que facilitam as tarefas automáticas para que as crianças possam se concentrar em aprender o conteúdo importante.

4. Cuide da sua dieta

Você sabia que existem diferentes alimentos que estimulam a função cognitiva e podem melhorar o desempenho acadêmico? Alimentos ricos em ácidos graxos ômega, como nozes ou peixes oleosos, melhoram a memória e o desempenho intelectual enquanto os alimentos com muito ferro estimulam a concentração e a atenção das crianças.

Um estudo realizado na Universidade de Paris descobriu que o consumo de alimentos ricos em vitamina B, principalmente a vitamina B12, pode estimular as funções cognitivas e melhorar o desempenho acadêmico das crianças. Sabe-se também que alimentos ricos em iodo, zinco e fósforo são essenciais para o desenvolvimento das funções cerebrais e melhorar a capacidade de concentração, memória e aprendizagem.

5. Certifique-se de que eles durmam bem

Pesquisa realizada na Universidade Federal de São Paulo descobriu que crianças que dormem bem tendem a se sair melhor na escola, em comparação com seus colegas que têm dificuldade para dormir. Tudo parece indicar que descansar no mínimo 8 horas por dia e até 9 ou 10 no caso das crianças ajuda o cérebro a se livrar de substâncias residuais que são geradas durante o metabolismo diurno e que podem acabar afetando seu desempenho.

O que mais, ter uma boa noite de sono ajuda as crianças a processar novas informações que aprenderam durante o dia, fixando-o com maior intensidade na memória, ao mesmo tempo em que permitem que se desfaçam de informações inconsequentes de que não precisam mais, abrindo “espaço” para um aprendizado mais relevante. Como resultado, o sono torna-se um grande aliado para otimizar os padrões de atividade neuronal ligados ao aprendizado, para que aprendam mais e melhor.