Com as crianças em casa, nem sempre é fácil manter a paz e a harmonia. Combinar as tarefas quotidianas com as responsabilidades laborais não é fácil, por vezes o tempo também não está do nosso lado e obriga-nos a ignorar esses momentos para gozar um tempo com a família.

Assim, aos poucos e sem nos darmos conta, podemos acabar imersa em conflitos familiares que afetam não só a estabilidade familiar, mas também o bem-estar de todos que moram em casa. Felizmente, existem diferentes maneiras de lidar com esses problemas para manter o equilíbrio na família. A representação de papéis é uma delas.

Quais são os papéis da família e por que é importante estabelecê-los claramente?

Papéis da família nada mais são do que o papel desempenhado por cada membro da família, ou seja, os papéis desempenhados pela criança, mãe, pai ou qualquer outro parceiro. Em geral, em uma família existem papéis socialmente pré-estabelecidos, como o papel conjugal, que inclui certas funções exclusivas dos pais, como a tomada de decisões ou a sexualidade. Porém, além desses papéis, há outros que cada família estabelece de acordo com suas necessidades e o vínculo que existe entre seus diferentes membros.

É importante destacar que a definição de papéis é uma questão que raramente é levada em consideração. em uma família, mas é realmente muito importante. A determinação de papéis claros e saudáveis, nos quais hierarquias, relações de autoridade e espaço comum são bem definidos é essencial para uma coexistência harmoniosa e de desenvolvimento para todos. Por outro lado, não ter papéis bem definidos pode levar a relacionamentos familiares superficiais, laços danificados, conflitos interpessoais e disfunções óbvias.

O que é a troca de papéis familiares e por que você deveria tentar?

papéis, também conhecidos como dramatização de papéis, nada mais é do que uma técnica ou exercício em que diferentes membros da família adotam os papéis que outros membros da família desempenham por um tempo. A ideia é que cada membro seja capaz de se colocar no lugar dos outros para entender o comportamento daquele outro a partir de sua própria perspectiva. Desta forma, você obterá clareza sobre as responsabilidades que terá de enfrentar no dia a dia e poderá desenvolver uma atitude mais empática.

Embora pareça um jogo simples, na verdade é um exercício muito enriquecedor. pois ajuda a ganhar consciência dos papéis que cada membro da família desempenha, enquanto contribui para fomentar a empatia com os outros. Também permite trazer à luz e resolver possíveis conflitos, da mesma forma que estimula o desenvolvimento de uma comunicação mais aberta e fluida.

No caso de filhos filhos, é uma excelente forma de se prepararem para a vida, pois é provável que quando crescerem tenham de enfrentar muitas das situações que os seus pais vivem hoje. Além disso, é uma boa maneira de ajudá-los a desenvolver um senso de responsabilidade desde cedo e ensiná-los a resolver problemas de uma maneira mais simples e prática.

Como aplicar a dramatização em casa? [19659007] Quando falamos em jogos de papéis familiares, referimo-nos à troca de funções na esfera doméstica, uma vez que o trabalho ou as responsabilidades do aluno não podem ser modificados. Com base nisso, existem diferentes maneiras de aplicar a dramatização na família, seja pela troca de funções entre todos os membros da família, apenas entre pais ou entre pais e filhos.

A decisão de a escolha de um ou outro modelo depende das necessidades de cada família já que, por exemplo, se os pais mantêm um bom equilíbrio em termos de distribuição de responsabilidades, faz mais sentido fazer uma troca com os filhos. No obstante, si los padres no saben equilibrar las tareas domésticas y esto representa un problema, es importante que se sumen al juego de roles e intercambien también sus funciones.

Una vez que se clarifica quienes participarán en el juego de roles, aplicarlo É muito simples. Em primeiro lugar, deve fazer uma lista com as principais funções desempenhadas por cada membro da família e, em seguida, distribuir as tarefas de cada membro entre os demais. O ideal é que cada membro concorde com as novas tarefas que lhes correspondem, mas caso contrário, pode-se chegar a um consenso para assumir as tarefas de outro ou cumpri-las igualmente, mas por um período mais curto.

 Papéis familiares [19659017] Papéis familiares

Para tornar este exercício mais divertido e fazer com que as crianças se envolvam tanto quanto possível, você também pode apostar em diferentes atividades recreativas, como uma representação teatral de conflitos. Para isso, cada membro da família deve escrever em um cartão uma situação de conflito familiar que os afeta diretamente, como por exemplo, o parceiro não cuidar dos filhos, o filho pequeno em casa não prestar atenção suficiente às suas responsabilidades escolares ou que se sinta incompreendido pelos demais.

Em seguida, as cartas devem ser rodadas, de modo que cada uma delas interprete o conflito dos outros membros. A interpretação é totalmente gratuita, mas deve refletir o que o outro membro está transmitindo, para que o restante da família possa se colocar no lugar dele. Para torná-lo muito mais enriquecedor, após expor o conflito, o “ator” deve apresentar sua solução para aquele problema. Por exemplo, ao reclamar que um dos membros do casal não cuida muito dos filhos, pode-se sugerir que passe mais tempo com eles ou que os leve todos os dias para a escola. Diante do problema de que a criança não se dedica suficientemente ao dever de casa, pode-se sugerir que dedique pelo menos uma hora por dia ao estudo.

Embora soluções definitivas e duradouras para os conflitos em casa nem sempre o sejam. sair, pelo menos é um exercício que permite aos membros expressarem suas emoções e seus pontos de vista de uma forma mais aberta. Este exercício também permite que os outros membros ouçam, enquanto abre a porta para criar laços familiares mais profundos e estabelecer uma comunicação mais fluida em casa, o primeiro passo para começar a criar a família que queremos ter e na qual nos sentimos. Totalmente à vontade. [19659021]