Há músicas infantis que nunca saem de moda. Cucú, o sapo cantou é uma dessas músicas. Se trata de uma música de origem espanhola que foi transmitido de pais para filhos de uma geração para outra até chegar aos nossos dias. A versão que conhecemos hoje foi escrito pelo escritor de literatura infantil Montserrat del Amo, embora se acredite que suas origens remontam a vários séculos e que sua primeira versão tenha saído da mão do dramaturgo e poeta sevilhano Luis Belmonte Bermúdez.

Seja como for, a verdade é que é uma música muito divertida, com um ritmo muito contagiante que motiva os mais pequenos em casa a mexerem-se e dançarem. Por ter uma letra bem simples, é muito fácil para os pequeninos cantarolar enquanto quem já sabe falar pode aprender os versos. Uma forma divertida de praticar a pronúncia e expandir a língua ao ritmo do Cucú, cantou o sapo.

Letra da música infantil Cucú, o sapo cantou

Cuco, cuco, o sapo cantou
Cuco, cuco, debaixo d’água
Cuco, cuco, um cavalheiro passou
Cuco, cuco, capa e chapéu
Cuco, cuco, uma senhora passou
Cuco, cuco, com terno de cauda
Cuco, cuco, um marinheiro passou
Cuco, cuco, vendendo alecrim
Cucú, cucú, ele pediu um buquê
Cucú, cucú, ela não quis dar
Cuco, cuco, e ele começou a chorar.

Cuco, cuco, o sapo cantou
Cuco, cuco, debaixo d’água
Cuco, cuco, um cavalheiro passou
Cuco, cuco, capa e chapéu
Cuco, cuco, uma senhora passou
Cuco, cuco, com terno de cauda
Cuco, cuco, um marinheiro passou
Cuco, cuco, vendendo alecrim
Cucú, cucú, ele pediu um buquê
Cucú, cucú, ela não quis dar
Cuco, cuco, e ele começou a chorar.

Vídeo da música Cucú, o sapo cantou