O Natal é um momento precioso para partilhar com os nossos filhos, para lhes dar tempo de qualidade e, acima de tudo, para brincar com eles, estimulá-los e alimentá-los com uma série de novas experiências. Estar com eles permite-nos estreitar laços, conhecê-los melhor e, sobretudo, proporcionar-lhes momentos que jamais esquecerão.

Pense bem: se você começar a rever o seu Natal, quais são os momentos que você valoriza? O que mais o impactou e permaneceu em suas mentes? Exatamente: reuniões familiares. Poder passar tempo com os avós, tios ou primos, ter tempo para brincar com os pais e, sobretudo, viva a ilusão destes dias. Certo? Então, por que insistimos em comprar presentes caros para nossos filhos ou em fazer muitos deles? A melhor coisa que podemos dar a eles é nosso tempo, nosso amor, nossos abraços e nossos beijos. Isso é precisamente o que eles vão lembrar. Dizemos-lhe o que pode fazer para dar tempo de qualidade aos seus filhos e porque é tão importante.

Tempo de qualidade cria vínculos mais estáveis ​​e potencializa o desenvolvimento das crianças

Já falamos várias vezes com você sobre a importância de passar um tempo com a família; ou seja, tempo de qualidade. Não só cria laços mais estáveis ​​e duradouros ao longo do tempo, como também nos oferece a oportunidade de lhes transmitir valores, trabalhar competências com eles e, acima de tudo, estarmos atentos às suas necessidades. Porém, sabemos que nem sempre é fácil ter esse tempo e, não se engane, o ritmo frenético que temos não nos ajuda muito na hora de aproveitar esses pequenos momentos com nossos filhos. Portanto, é essencial aproveite os dias de férias e feriados, como o Natal.

Como transformar o tempo em tempo de qualidade no Natal? Preencha-o com experiências

Muitos de nós nos perguntamos o que transforma o tempo comum em tempo de qualidade com as crianças. E a resposta é muito simples: oferecer e viver novas experiências com eles.

Os dias de Natal são perfeitos para isso: podemos ir patinar no gelo com eles, visitar aqueles lugares que sempre quisemos ir, levá-los ao cinema ou, simplesmente, dê um passeio por um dos mercados de Natal que, seguramente, tem por perto. Também é um bom momento para promover valores como empatia, compaixão e amizade, entre muitos outros.

Na hora de promover estes valores e explicar-lhes sobre as diferentes tradições que se celebram no Natal, os pais dispõem de um grande número de recursos. Não só podemos contar histórias de Natal sobre o origens do Papai Noel ou do Nascimento do Menino Jesus; Também podemos cantar canções natalinas com eles ou preparar um concurso de culinária.

Qualquer atividade que estimule sua criatividade será uma atividade que ativará seu aprendizado e, justamente por isso, o Natal é uma época ideal para isso. Eles não apenas viverão experiências únicas, mas também se divertirão fazendo atividades diferentes com as pessoas que são mais importantes para eles: seus pais e o resto da família.

Aplique a lei dos 4 presentes: evite promover o consumismo

Dar aos nossos filhos esse precioso tempo é essencial, mas também é importante que eles encontrem presentes debaixo da árvore; presentes que promovem a tradição. No entanto, isso não significa que devemos comprar tudo o que eles pedem, mas algo que seja importante para eles, que eles gostem, que possam usar e que os ajude em seu desenvolvimento pessoal. Mas como fazer isso sem incentivar o consumismo? Aplicando a lei dos 4 dons: você conhece?

A lei dos 4 dons estabelece os presentes considerados apropriados e necessários para as crianças. Então, tudo o que temos que procurar é:

  • Um presente que estimule a criatividade ou que possam ler: um livro de colorir ou uma história são alguns dos exemplos de presentes que o ajudam a desenvolver essa habilidade.
  • Um presente com algo que eles precisam: uma jaqueta, jeans, meias ou um suéter grosso.
  • Um presente especial para eles: não podemos esquecer de também comprar algo que seja especial para eles. Nesse caso, podemos comprar algo do que eles escreveram em sua lista de presentes.
  • Um presente para levar: uma mochila nova ou acessórios de roupa são exemplos de presentes que podem levar para a escola ou quando quiserem.

A lei dos 4 dons não só nos ajuda a criar nossos filhos longe do consumismo que a sociedade nos “impõe”. Além disso, nos permite identificar mais rapidamente o que queremos comprar. Deste modo, evitamos perder muito tempo à procura do presente perfeito: estamos a dar-lhes este presente ao oferecer-lhes o nosso tempo.

melhor presente no natal

Que atividades podemos fazer com as crianças que promovam valores e tradição?

Para além das histórias, provérbios e canções natalícias, existem muitas outras atividades que podemos fazer com as crianças que reforçam a tradição e os valores que queremos transmitir-lhes.

Por um lado, podemos pedir-lhes que nos ajudem coloque o presépio, monte a árvore de natal e decore a casa É uma boa maneira de promover valores. Podemos explicar-lhes sobre o Menino Jesus, a origem da árvore de Natal, a história do Pai Natal, ou podemos ainda contar-lhes sobre as diferentes personagens natalícias que viajam por todo o mundo para garantir que todas as crianças recebem os seus presentes. Ou seja, podemos falar de tradições de outros países.

Por outro lado, também podemos deixá-los ser aqueles que escrever cartões de Natal. Esta atividade nos dá a oportunidade de explicar por que essas cartas são escritas e por que são tão importantes nos dias de hoje. Desejar um “Feliz Natal” ou um “Feliz Ano Novo” são exemplos de valores como a empatia, a compaixão, a humildade. Podemos fazê-los ver que no “pequeno” é onde geralmente se encontra o mais importante.

Finalmente, também podemos pedir-lhes algo tão simples como nos ajudar a preparar as refeições de Natal. Com isso, estaremos educando-os para a responsabilidade, ao mesmo tempo em que lhes damos o destaque que merecem nestas férias.

Não importa quanto dinheiro gastemos em presentes ou quanto tempo gastemos pensando no presente perfeito para nossos filhos, nunca o encontraremos. O melhor presente para as crianças, e aquele que elas sempre terão em mente, é o tempo em família: o momento que tornará cada Natal especial.