Veio o divórcio e este é o primeiro natal que não estaremos juntos em família, como explico que não estarei com eles?

Obviamente, você e sua família estão vivendo uma nova realidade e seus filhos podem estar vivenciando e interpretando de forma diferente uns dos outros. Primeiro explique claramente a seus filhos a nova situação de sua família.

Tudo vai depender de como foram as negociações ou as circunstâncias do divórcio.

Se houve gritos, ações judiciais e reclamações na frente dos filhos, sua abordagem para com eles deve ser diferente do que se houvesse uma separação menos traumática, com boa negociação e sem expor os menores a nenhum tipo de violência (mesmo emocional).

Você concordará comigo que, independentemente das causas de seu divórcio, seus filhos devem ser mantidos longe das discussões dolorosas e dos detalhes da decisão do casal de se divorciar. Assim, o primeiro passo a dar não é a explicação de como vão festejar o próximo Natal, mas sim a nova situação familiar.

Minha primeira recomendação é que você converse com eles sobre isso, esclarecendo que eles continuarão sendo sua família mesmo que você more em um lugar diferente de onde moram, ou no caso deles, mesmo que a ex-mulher não more com você. Que eles mantenham contato e que você esteja sempre presente na vida deles e em tudo que eles precisarem. Pode haver choro, tristeza e cenas difíceis, mas a única coisa que resta a fazer é contê-los, abraçá-los e estar lá, sem entrar em explicações que pioram as coisas.

Depois disso, valerá a pena conversar separadamente com cada um, para que você possa dar um espaço para desabafar, tirar dúvidas e se conter.

Agora sim, aborde a questão do próximo Natal.

Quando lhes contar como vai ser o próximo Natal, tente usar um tom leve, não o torne “sério e trágico”.

Explique que todos os anos eles vão passar com um ou outro (presumo que isso seja negociado com seu ex-companheiro) e que este ano a noite de Natal será passada com a mãe, mas… que eles terão um Natal duplo. Bem, você vai comemorar o Natal antecipado com eles uma semana antes. Eles terão duas festas, não apenas uma!

Se Papai Noel ou menino Jesus ou qualquer outro personagem costuma trazer presentes para eles, diga a eles que ele chegará cedo na sua casa (ou onde você mora atualmente) e deixará presentes lá também e que eles jantarão como sempre fizeram.

Faça uma festa de Natal uma semana antes (com tudo o que isso implica) e depois passe a véspera de Natal com sua mãe. Você pode chegar lá.

Faça o que eles sempre fazem nessa data e divirta-se, o melhor que puder, sem falar que você não estará com eles na noite de Natal. Divirta-se. Quando for 24 de dezembro, basta ligar para eles e dizer que os ama muito e que se verão em breve.

Vai te machucar? Sim, mas isso pode reduzir a dor. Não pense apenas em como seus filhos vão encarar, mas também em como cuidar do seu bem-estar e essa comemoração antecipada com eles pode te ajudar muito nesse quesito.

Vidal SchmillPedagoga e especialista em Desenvolvimento Humano, palestrante, escritora e pioneira do conceito Escola de Pais, no México.

IG: @escuelaparapadresvidalschmill | Facebook: @escuelaparapadresdevidal | escuelaparapadres.com

contact@escuelaparapadres.com

Tel: +52 (55) 5543 0108