Nossos especialistas editoriais


Sim. Gêmeos não idênticos tendem a ser hereditários, geralmente do lado da mãe. Portanto, se houver gêmeos não idênticos na família de sua mãe, você terá mais chances de tê-los. Os gêmeos não-idênticos são o resultado de dois óvulos separados fertilizados por dois espermatozóides diferentes.

No entanto, a probabilidade de ter gêmeos idênticos não é hereditária. Gêmeos idênticos resultam de um único óvulo fertilizado que se divide em dois. Isso parece acontecer aleatoriamente. Uma mulher que tem uma irmã gêmea idêntica não é mais propensa a ter gêmeos do que outras mulheres.

O equívoco de que gêmeos pulam uma geração nas famílias é comum. Você pode ter ouvido, por exemplo, que se seu pai é gêmeo, mas você não é, é mais provável que você tenha gêmeos. Não há provas de que isso seja verdade.

O que é certo é que a sua idade desempenha um papel importante na probabilidade de ter gêmeos. Se você tem mais de 30 anos, é mais provável que você tenha gêmeos (ou mais) do que mulheres mais jovens.

À medida que você envelhece, você naturalmente produz mais hormônios que estimulam a ovulação, o que pode fazer com que seus ovários liberem vários óvulos de uma só vez.

O uso de alguns tratamentos para fertilidade também aumenta a probabilidade de ter gêmeos. Todos os tratamentos que estimulam os ovários, ou envolvem a transferência de vários embriões para o seu útero, como a fertilização in vitro, aumentam as chances de você ter uma gravidez de mais de um bebê.

Segundo os Centros de Controle e Prevenção de Doenças, nos Estados Unidos a taxa de nascimentos de gêmeos é de 33,7 por mil nascidos vivos.

Descubra como saber se você poderia estar grávida de gêmeos.