Se o seu filho conseguiu controlar o treinamento higiênico, mas de repente começa a urinar novamente, o motivo pode ser simples: ele tem uma infecção urinária, explica o urologista Alejandro Rosas Ramírez, do Hospital Geral do México, que afirma que as infecções urológicas são muito frequentes em crianças. Portanto, eles ocupam o quinto lugar nas consultas dos pediatras

As infecções do trato urinário são mais comuns em mulheres. Eles geralmente ocorrem na bexiga ou na uretra, embora os mais sérios afetem os rins.

Antes do primeiro ano

Quando seu filho tem menos de um ano e meio, tem uma febre de origem desconhecida, além de chorar e é irritável, é necessário para o pediatra procurar uma infecção urinária.

"Crianças menores de 18 meses não podem expressar que dói o urinar, mas eles podem ter febre constante sem uma origem precisa. Além disso, eles choram sempre que urinam ou a cada troca de fralda, " indica Rosas Ramírez, também membro da Sociedade Mexicana de Urologia.

" É difícil reconhecer infecções do trato urinário em crianças. pequeno, por isso devemos estar muito atentos no momento em que urina o pequeno, porque está lá quando podemos saber como ele vive a situação. Alguns até têm perda de urina como resultado da urgência e não chegam ao banheiro mesmo que já controlem suas entranhas e os pais ou professores muitas vezes repreendam, mas não conseguem controlar a infecção e perder a urina ", indica o especialista

Antes de 18 meses são os homens que mais freqüentemente têm problemas urinários. "Isso acontece porque o prepúcio é muito fechado ou eles têm refluxo vesicoureteral, o último significa que a urina em vez de sair volta e chega aos rins, onde gera infecções ", explica Rosas Ramírez.

Após o segundo ano

Quando a criança tem sintomatologia irritativa (arranhões, chora ao urinar, grita ou empurra e até chuta) ao ir ao banheiro; Ou você urina com muita frequência ou não pode ir ao banheiro porque você ganha no caminho, é porque você tem uma infecção urinária.

"O pequeno pode explicar que dói fazer" xixi "; ou então a mãe nota que precisa ir de vez em quando porque tem uma sensação de esvaziamento incompleta, pois a bexiga está centrada pela irritação da infecção ", diz a entrevistada.

Após o segundo ano, são as mulheres que mais se apresentarão. Infecções do trato urinário devido à sua anatomia. A infecção neles é 70% maior que nos homens. " As mulheres têm uretra mais curta e geralmente têm invasões de bactérias fecais devido à falta de higiene. Portanto, é necessário ensinar a mulher – desde cedo – que ela deve lavar de frente para trás, para que a bactéria varrer vai para a área anal e não vaginal, "r Rosas Ramírez recomenda.

Como evitar infecções do trato urinário?

  • Mude sua fralda com frequência, não dê às bactérias a chance de invadir sua uretra.
  • Ensine seu filho a nunca se conter do desejo de urinar.
  • Adquira um adaptador para assento de toalete Tenha confiança em sentar no vaso sanitário.
  • Dê-lhe água constantemente, pois é a melhor maneira de "varrer" as bactérias urinárias.
  • Levá-lo ao pediatra para qualquer febre de origem desconhecida. algodão, como haverá mais ventilação
  • As meninas devem limpar-se de dentro para fora.
  • Meninos e meninas devem usar roupas apertadas em seus genitais, e se eles nadam ou outros esportes devem mudar e não molhar a roupa. 19659028] Você gostou desta nota? Tarifa
    Loading …