Mudanças bruscas de temperatura, ambientes muito secos, infecções do trato respiratório superior ou poluição ambiental são algumas das causas que podem levar ao aparecimento de muco nos bebês. É um mecanismo de defesa do organismo por meio do qual impede a entrada de vírus ou bactérias no organismo, ao mesmo tempo em que expulsa pelas narinas microrganismos externos que possam estar alojados. o muco também ajudar a manter o trato respiratório superior úmido condição essencial para seu bom funcionamento, condicionando e umidificando o ar inspirado.

Porém, às vezes, o muco pode impedir que os bebês respirem normalmente, tornando-se muito irritantes e até perigosos. Considerando que as crianças pequenas geralmente não conseguem assoar o nariz sozinhas, quando têm muco, suas narinas ficam facilmente entupidas. Na maioria desses casos, os bebês começam a respirar pela boca, o que lhes permite obter o oxigênio de que precisam, mas, por sua vez, pode secar a faringe, irritar as mucosas e criar condições favoráveis ​​para a proliferação de infecções virais como a gripe ou resfriado.

A situação se complica quando chega a hora de dormir e as narinas do bebê ficam “entupidas” de muco. Nestes casos, Não só dificulta a respiração, mas também afeta a qualidade do descanso, impedindo-o de adormecer. Além disso, embora não seja comum, também aumenta o risco desses mucos “vazarem” pelas vias respiratórias superiores, fazendo com que o bebê engasgue. A boa notícia é que é possível evitar esses riscos e aliviar o desconforto do bebê durante o sono, colocando-o na cama na posição adequada.

Como colocar um bebê com nariz escorrendo na cama?

Muitos pais optam por colocar seus filhos de lado ou de bruços com a cabeça virada para o lado quando estão com o nariz escorrendo. No entanto, essas posições costumam ser desconfortáveis ​​para bebês com nariz escorrendo, principalmente quando eles começam a se mexer durante a noite. Nesses casos, os especialistas recomendam Deite o pequeno com a face para cima e semi-incorporado, em um ângulo aproximado de 45º. Desta forma, não só conseguirá respirar melhor, como evitará que o muco estagne nas narinas e chegue ao canal auditivo, causando otite.

Para colocar o bebê na cama nessa posição, você pode colocar uma almofada ou um pequeno travesseiro embaixo do colchão para que fique levemente inclinado. Nesse caso, a cabeça do bebê deve ficar na parte mais alta da cama, para facilitar a respiração. Se o pequeno dorme com os pais, outra alternativa é colocar o braço de um dos pais sob a cabeça ou, na falta disso, uma pequena almofada, caso em que seria necessário ter cuidado para evitar que ele se vire e poderia sufocar.

Se o bebê tiver muito muco, outra opção é a mãe ou o pai sentar semi-sentado na cama com algumas almofadas atrás das costas para descansar e pegar o bebê nos ombros, tentando segurá-lo com o nariz baixa. Esta é uma posição que ajuda os bebês a respirar melhor, ao mesmo tempo em que alivia a congestão nasal, o que os ajuda a dormir mais.

Outras recomendações para aliviar o desconforto de um bebê com coriza durante o sono

Embora a posição seja essencial para aliviar o desconforto de um bebê com nariz escorrendo e ajudá-lo a respirar com mais facilidade, não é a única coisa que os pais podem fazer. Aqui estão outras recomendações endossadas por pediatras que podem ajudar as crianças a lidar e se livrar do excesso de muco nas passagens nasais.

Mantenha o quarto do bebê úmido

É sempre importante manter o quarto do bebê fresco, com temperatura confortável e umidade adequada, ainda mais quando o bebê está com o nariz escorrendo. Renovar o ar da sala ajudará a melhorar os níveis de oxigênio, ajudando o bebê a respirar melhor. Da mesma maneira, quando você mantém a umidade adequada em torno de 30% ou 50%, você evita que as membranas mucosas sequem, regulando a produção de muco do seu corpo. Além disso, deve-se evitar colocar aquecimento ou ar condicionado, pois ressecam demais o ambiente.

Faça uma lavagem nasal antes de ir para a cama.

Dê ao bebê uma lavagem nasal com solução salina antes de dormir Ajudará a limpar as narinas do pequeno e, portanto, irá ajudá-lo a respirar melhor. Para fazer isso, você deve cobrir uma das narinas enquanto irriga a outra para deixar o soro fazer seu trabalho, limpando as secreções acumuladas e os microorganismos encontrados nas membranas mucosas, arrastando-os. Desta maneira, você não apenas o ajuda a respirar melhor, mas também evita possíveis infecções.

Mantenha o pequeno bem hidratado

Manter seu bebê bem hidratado não só irá ajudá-lo a repor os eletrólitos perdidos através do muco, mas Contribuirá para “diluir” o muco, facilitando a sua expulsão. Portanto, se o bebê ainda estiver amamentando, certifique-se de dar mamadeira ou amamentar com mais regularidade durante esses dias para ajudar o muco a fluir melhor. Se o bebé já iniciou a alimentação complementar, pode dar-lhe água ou caldos naturais sem sal.

Usar banhos de vapor

banhos de vapor Eles ajudam a fluidificar as secreções fazendo com que o muco saia e limpe as narinas. Nestes casos, pode aproveitar o vapor que sai ao dar banho no bebé com água quente para amolecer o muco ou, se preferir, pode recorrer a vaporizadores ou ao método tradicional de aquecer a água e aproximar o bebé do bebé. inalar os vapores.

Tenha em conta que se o muco do bebé demora a desaparecer, tem muita dificuldade em respirar ou tem outros sintomas associados, deve consultar imediatamente o seu pediatra para que ele possa diagnosticar o que está a acontecer e dar-lhe o tratamento adequado.