Descubra todos os detalhes sobre o novo programa de alimentação para alunos do ensino fundamental: Refeições escolares no modo quente.

As autoridades da capital anunciaram dois programas de apoio alimentar destinados a alunos do ensino fundamental; as principais "Refeições escolares de modo quente": novo programa para alunos do CDMX.

Refeições escolares de modo quente, você conhece?

O anúncio foi feito por Cluadia Sheinbaum, chefe de governo da Cidade do México e Esthela Damián, diretora geral do DIF da capital, que explicou que o primeiro deles, a merenda escolar Hot mode, é um plano de alimentação saudável para alunos do nível básico, que terá início assim que as aulas presenciais se tornarem realidade.

Diretor-geral do A capital DIF comentou que se trata de um plano facultativo, onde as escolas não serão obrigadas a realizá-lo, pois serão os pais que decidirão desde que se encarreguem de preparar os alimentos. [19659005] Por sua vez, Sheinbaum explicou que «o objetivo é chegar a 100% das escolas, mas é claro que depende dos pais decidirem que o querem. Se a maioria dos pais decidir não fazê-lo, como é o caso de muitas escolas que não recebem café da manhã escolar, então ele não seria oferecido na escola. ”

O programa Hot Mode School Food, que beneficiará mais de 300 escolas , será composto por 20 menus e incluirá uma bebida (leite desnatado e / ou água natural); um prato principal que inclui: vegetais, cereais integrais, legumes e / ou alimentos de origem animal; e frutas frescas da estação.

C Cada menu terá um custo de 14,82 pesos dos quais 14,32 pesos serão subsidiados pelo governo da capital, assim os alunos pagarão apenas 50 centavos para alimentação, através de um cartão que lhes será entregue.

Embora a primeira fase tenha sido realizada no ano letivo 2019-2020, a segunda fase previa adicionar 186 escolas no ano letivo 2020-2021. [19659005] Em relação ao segundo programa de benefícios, as autoridades explicaram que deste 5 de fevereiro até 10 de abril, serão realizadas as entregas do " Meu Bolsa para Arranque", que este ano foi composto por 15 refeições da cesta básica: aveia, feijão, lentilha, macarrão, arroz, atum, óleo, amaranto, ervilha com cenoura e sardinha.

Lembremos que antes consistia em apoio financeiro; Porém, devido ao confinamento, a modalidade mudou para uma cesta de produtos que serão entregues em 55 nos Centros DIF; 87 em Pilares; e um nas instalações do Guaranteed Education Trust (Fidegar).

Artigo original: infoabe.com