Sinônimo de reuniões de família e reuniões com amigos, O Natal é uma das épocas do ano que adultos e crianças aguardam com ansiedade. Um momento perfeito para relembrar algumas das melhores experiências do ano, desfrutar da companhia de nossos entes queridos e passar momentos divertidos com os mais pequenos em casa para ajudá-los a criar belas lembranças de Natal que eles lembrarão por muito tempo.

Porém, A verdade é que embora hoje em dia costumemos associar o Natal a festas e comemorações, esta data tem na verdade uma origem bíblica. A Bíblia nos conta que 25 de dezembro foi o dia em que nasceu o menino Jesus, o filho de Deus, o que dá a esta celebração uma nuance religiosa que é interessante contar aos pequenos em casa. E nada melhor para fazer do que contar a eles a história do nascimento do menino Jesus adaptada para os pequeninos.

História para crianças: O nascimento do menino Jesus

Há mais de 2.000 anos, Maria, uma donzela judia noiva de um carpinteiro chamado José, recebeu uma visita inesperada do Arcanjo Gabriel uma noite. O arcanjo foi um enviado de Deus e trouxe uma mensagem importante para Maria. Ele lhe disse que ela teria um filho a quem chamaria Jesus, que ele seria o filho de Deus e que ele reinaria para sempre. Surpresa, Maria se perguntou como isso seria possível se ela ainda não era casada, mas Gabriel lhe disse para confiar em Deus e que tudo ficaria bem.

Depois dessa estranha visita, María contou a José, seu noivo, o que havia acontecido, que a princípio teve dúvidas e desconfiava de María. No entanto, na noite seguinte, um anjo lhe apareceu em sonho e lhe disse que o que ele havia dito era verdade e que essa criança era um filho de Deus. Quando José acordou, ele tirou todas as dúvidas, então ele se preparou e ele pediu Maria em casamento para acompanhá-la durante todo o processo e receber juntos o filho que ela esperava.

R) Sim, Passaram os meses vivendo muito felizes em Nazaré, uma pequena cidade localizada em Israel. Mas um dia, quando a gravidez de Maria já estava muito avançada, chegou à cidade a notícia de que todos deveriam ir para sua cidade de origem por ordem do imperador romano César Augusto, a quem a cidade devia obediência por fazer parte da enorme Império.

Assim, em 24 de dezembro, Maria e José, montados em uma mula, partiram para Belém, a cidade em que devem aparecer. Assim que chegou à cidade, Maria começou a se sentir mal e percebeu que o momento do parto havia chegado e que o bebê já estava a caminho. José tentou encontrar um lugar em uma pousada, mas todos estavam ocupados. Por fim, chegaram a um estábulo abandonado, onde havia apenas um boi, mas José nem baixinho nem preguiçoso fez uma cama de palha para que Maria pudesse deitar e parir.

E assim, alguns momentos depois o menino Jesus nasceu em um estábulo com a única companhia de uma mula e um boi, seu pai e sua mãe, a Virgem Maria, que assim que nasceu o colocou em uma manjedoura. Lá estavam os pais com o filho quando ao cair da noite viram aparecer no céu uma estrela muito brilhante, a mais brilhante de todo o céu, localizada logo acima do local onde a criança estava.

Enquanto isso, um anjo apareceu a um grupo de pastores que cuidavam de seu rebanho nos arredores da cidade e lhes disse para não temerem, que ele havia vindo para lhes dar boas notícias porque na cidade de Davi havia nascido o Salvador, que eles encontrariam envolto em uma manjedoura. Os pastores, sem pensar, dirigiram-se ao estábulo onde brilhava a estrela e prostraram-se diante do menino Jesus em sinal de respeito.

Longe dali, no Oriente, três sábios astrólogos chamados Melchor, Gaspar e Baltasar, viram a estrela aparecer e souberam que isso significava que um novo rei iria nascer, então eles decidiram seguir a estrela até seu local de origem para adorar o novo rei.

Quando chegaram a Belém não encontraram o menino, então foram perguntar ao palácio do rei da cidade, o malvado Herodes que, sabendo que um novo rei havia nascido e poderia destroná-lo, pediu aos Reis Magos que , uma vez que se encontrassem a criança, eles lhe diriam para que ele também pudesse ir e adorá-lo.

Finalmente, Melchor, Gaspar e Baltasar encontraram a manjedoura e vieram homenagear o menino Jesus. Antes de partir, trouxeram um pequeno presente para o recém-nascido, então aproveitaram para dar ao menino Jesus os presentes que trouxeram de tão longe: ouro, incenso e mirra. Quando eles estavam saindo, eles decidiram sair da cidade sem passar pelo palácio para dizer a Herodes onde estava Jesus, pois não confiavam nele e supunham que ele iria fazer algo ruim com ele.

Herodes, cansado de esperar notícias sobre o paradeiro de Jesus e preocupado com o nascimento do novo rei, mandou matar todos os recém-nascidos da cidade para evitar que algum deles o destronasse. No entanto, antes que os soldados pudessem chegar onde o menino Jesus estava, um anjo avisou Maria e José, que fugiram da cidade a tempo. Quando Herodes morreu, eles voltaram para Nazaré e lá viveram toda a infância de Jesus.

É por isso que, segundo a Bíblia, 24 de dezembro é véspera de Natal, a noite anterior ao nascimento de Jesus, que é comemorado em 25 de dezembro, Natal. E a noite de 5 de janeiro é a véspera da chegada dos Três Reis Magos que, assim como trouxeram presentes ao Menino Jesus, hoje continuam a trazer presentes a todas as crianças bem comportadas para comemorar o nascimento do Filho de Deus.