Existem muitos modelos educacionais que tentam fornecer aos pais as diretrizes mais adequadas para desenvolver um relacionamento enriquecedor com seus filhos e maximizar suas habilidades, sem perder de vista sua felicidade. Uma dessas correntes de ensino respeitoso que é inspirada na metodologia Montessori é a pedagogia branca

O que é pedagogia branca?

A pedagogia branca é um modelo moderno e rigoroso de educação cujos métodos são baseados nos resultados científicos da antropologia, biologia, história e neuroeducação. Consiste em educar, ensinar e acompanhar a criança ao longo do processo de crescimento e aprendizagem, como explicado por Azucena Caballero e Mireia Long, co-diretores e fundadores da pedagogia branca.

O método educacional é oferecer às crianças as ferramentas necessárias para desenvolver plenamente seu potencial, mas sempre respeitando seu ritmo de maturação natural. Este método também visa promover a curiosidade, criatividade e reflexão infantil

Claro, como é um método educacional, a pedagogia branca também coloca os pais e educadores em suas miras, tentando libertá-los das crenças errôneas que impedem uma educação positiva e que eles confiam mais no processo natural de aprendizagem.

Os princípios da pedagogia branca em ação

Estimulando o potencial natural da criança

A pedagogia branca parte do pressuposto de que todas as crianças nascem com enormes capacidades e um desejo inato de aprender e descobrir. A missão dos pais e educadores é proporcionar um ambiente seguro para que eles descubram o mundo e forneçam as ferramentas necessárias para que possam aprender. É claro que também é vital entender quais são as capacidades e os interesses de cada criança, para trabalhar nessa direção. Desta forma você pode aproveitar ao máximo o seu talento nessa área.

2. Desenvolver a criatividade

A pedagogia branca também se concentra na enorme criatividade das crianças, por isso um dos seus objetivos é incentivar a imaginação e a originalidade, não impor padrões rígidos às crianças sobre como fazer as coisas. Pais e educadores, em vez de lhes dar um caminho bem definido e instruções precisas, devem encorajar os pequenos a encontrar o caminho por si mesmos e a libertar sua criatividade, aplicando essas estratégias com o faça com que se sintam mais confortáveis.

3. Aprimorar o pensamento reflexivo

A educação tradicional geralmente não estimula o pensamento reflexivo, especialmente quando apela à memória e apresenta o conhecimento como um produto acabado. A pedagogia branca, ao contrário, estimula o pensamento e a crítica reflexivos. Os pais e educadores não devem fornecer informações à criança para memorizar, mas devem ajudá-los a refletir e tirar suas próprias conclusões. Desta forma, pretende-se treinar uma criança com opiniões próprias, que não depende do grupo e que sabe como tomar decisões conscientes.

Fomento de autonomia

A pedagogia branca defende que as crianças tenham um papel mais ativo na sua aprendizagem. O papel dos pais e educadores seria cultivar sua curiosidade inata e responsabilizá-los por seu aprendizado. Isso significa ensiná-los a estabelecer metas e projetar o caminho para alcançá-los, além de oferecer responsabilidades de acordo com a idade e garantir que eles sejam o mais autônomos possível. Desta forma, a autoconfiança e a autoestima sólida se desenvolvem

. Respeite o ritmo do desenvolvimento individual

A pedagogia branca promove um currículo flexível e personalizado que se adapta às necessidades, capacidades e interesses de cada criança. Isso garante um aprendizado significativo e evita o fracasso escolar. Defende que o aprendizado é divertido e respeita o ritmo natural de cada criança, para evitar a frustração.