Em 10 de janeiro, o Congresso da Cidade do México aprovou por unanimidade o parecer que reformará a Lei de Saúde sobre a saúde materna e infantil. Com essa modificação, todas as mulheres em trabalho de parto, parto e pós-parto podem ser acompanhadas pelo pai do bebê ou por uma pessoa de confiança, tanto no parto natural quanto na cesariana.

proíbem substancialmente maus-tratos e gestão negligente por parte dos prestadores de serviços de saúde, bem como violência obstétrica

Além disso, o conceito de pós-parto é alterado para puerpério e estabelece que todas as instituições de saúde públicas e privadas na Cidade do México devem tomar as medidas necessárias de higiene e segurança.

[También ve: Galería: 18 fotos de hombres en el parto]

De acordo com as Comissões de Saúde e Igualdade de Gênero, esta opinião visa garantir que a assistência médica para as mulheres seja digna e respeitosa. gravidez e parto

A capital Congresso procura ter um novo modelo de atendimento com uma abordagem de direitos humanos com estas novas disposições.

Paula Soto Maldonado, membro das comissões de Saúde e Igualdade de Gênero, disse que a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que todas as mulheres têm o direito de receber o mais alto nível de assistência médica, o que inclui direito a um cuidado digno e respeitoso na gravidez, sem violência ou discriminação, uma vez que sofrer tratamento desrespeitoso, ofensivo e negligente durante esta etapa ameaça os direitos à vida, à saúde e à integridade física das mulheres.

[Te puede interesar: Diferencias entre parto eutícico y distócico]

De acordo com a iniciativa, os requisitos para o acompanhamento serão a pessoa que é solicitada pela parturiente como acompanhante e deve passar por um processo de sanitização em uma área especial que será habilitada nos hospitais públicos nos próximos meses.

de acordo com dados do Grupo de Informação sobre Escolha Reprodutiva (GIRE), no México, durante 2017, mais de mil mulheres por dia foram violadas durante a gravidez , parto ou pós-parto, e duas mulheres morreram a cada dia por causas evitáveis ​​relacionadas à gravidez e ao parto.

[No te pierdas: Guía para hombres: Sobrevive al primer parto]
Você gostou desta nota? Taxa

Loading …