Nossos especialistas editoriais


No. Na verdade, grandes doses de certas vitaminas e minerais podem prejudicá-lo. Se você está tentando conceber, é melhor não tomá-los, para não pôr em perigo você ou seu futuro bebê.
As vitaminas lipossolúveis, como A, D, E e K, são armazenadas no corpo e podem acumular-se a níveis tóxicos se consumidas em excesso. Excesso de vitamina A (assim como alguns medicamentos para acne e cosméticos que a contêm) podem causar defeitos congênitos, além de dores de cabeça, diarréia e danos ao fígado e ossos. Vitaminas solúveis em água, como B e C, não são armazenadas no corpo, mas também podem causar problemas se grandes quantidades forem tomadas. Portanto, é melhor não exceder 100 por cento da dose diária recomendada para cada vitamina e mineral.

Mesmo sem tomar "megadoses" de vitaminas, você pode exagerar, por exemplo, se consumir mais de uma porção de cereais e outros alimentos fortificados diariamente. Água fortificada, bebidas esportivas e barras energéticas também contêm vitaminas e minerais (além de outros suplementos fitoterápicos). Leia os rótulos para saber exatamente qual dose você está ingerindo.

Lembre-se de que a Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos não regulamenta os suplementos, portanto, os fabricantes não precisam fornecer nenhuma evidência de que os suplementos alimentares sejam eficazes ou seguros.

Uma dieta balanceada e um suplemento multivitamínico ou pré-natal contendo 400 microgramas de ácido fólico e 100% das quantidades diárias recomendadas para outras vitaminas e nutrientes é tudo o que você precisa. Para um aconselhamento nutricional mais personalizado, fale com o seu médico ou com um nutricionista.

Avaliado em junho de 2016