Muitas vezes ignoramos a importância de nos comunicarmos com o casal e expressar tudo o que sentimos e queremos, ou mesmo quais são as nossas expectativas na vida. Isso vai de sonhos e objetivos ao que gostamos e não gostamos ou se queremos ou não começar uma família. Embora a comunicação seja vital para ter um relacionamento mais saudável, infelizmente, preferimos não tocar em certas questões para evitar controvérsias. Outros fogem inconscientemente porque assumem que a outra pessoa vai concordar ou que "sabem o que eu quero porque me conhecem".

Alguns dias atrás eu fiz um Instagram ao vivo com a terapeuta familiar Tibaire Araujo sobre relacionamentos Quando as crianças chegam e o assunto da comunicação era o eixo. Nós falamos que é fundamental transmitir nossos sentimentos e desejos de maneira clara. O ideal é que essa conversa surja no processo de namoro ou quando estiverem no estágio de se conhecerem, mas se não o fizerem naquele momento, tranquilo, aproveite agora que você será mãe (ou pai) e comece a ter essas conversas. Se ambos expressarem o que querem e como querem, a tomada de decisões será mais fácil no futuro. Isso porque eles já sabem o que esperar de cada um. Claro que pode haver mudanças de ideias! Mas o importante é falar sobre isso e não esperar o balão explodir

Minha experiência

Trazer crianças para o mundo não foi um tópico de muita conversa entre nós porque inicialmente eu não Eu estava interessado e meu marido já tinha dois filhos. Anos depois de morarmos juntos, tive a vontade de ser mãe e tive que sentar com meu parceiro e abrir meu coração. No processo de busca, tivemos altos e baixos até que o positivo chegou.

Fizemos muitos planos e conversamos diariamente sobre o que queríamos para nossas vidas quando o bebê chegasse. Tópicos como dormir em grupo, vacinas e até religião (meu marido não é católico) surgiram durante toda a gravidez. Hoje, nove anos depois, posso dizer com firmeza que foi o melhor que fizemos. Como ambos sabemos o que queremos alcançar como pais, fazemos uma frente comum. Felizmente houve diferenças, mas a chave é falar.

Tópicos que você deve falar com o seu parceiro já!

Claro que há muito o que falar, mas da minha humilde opinião, aqui eu compartilho algumas questões que considero que Todos os casais devem falar antes, durante e depois de se tornarem pais:

Vacinas, sim ou não? – Seja qual for a sua decisão, certifique-se de fazê-lo de maneira informada.

Colecho – Não importa se os dois decidiram que ele vai dormir em seu berço. A questão da cama da família é algo que deve ser discutido, caso isso aconteça.

 pais organizando o quarto do bebê

Métodos de criação e educação – Embora todos implementar a sua própria estratégia e disciplina parental, eles precisam falar sobre o que eles querem alcançar como pais.

Respeito pela autoridade – Ambos devem concordar que quando alguém toma uma decisão, o outro não deve passar por isso, pelo menos não na frente das crianças. Se houver um desentendimento, isso deve ser discutido em particular.

A vida do casal após o parto – Fale com o ginecologista ou parteira sobre o processo de recuperação, as necessidades e emoções da mãe, trabalho doméstico e até mesmo a retomada das relações sexuais. Isso ajudará o pai a ser mais atencioso, acredite em mim. Quanto mais o pai sabe sobre o pós-parto, mais compreensão ele será.

Amamentação ou mamadeira? – Pode parecer absurdo, mas o casal deve falar sobre isso. É importante fazê-lo para que, seja qual for a decisão, ambos concordem e haja apoio mútuo.

Quem cuidará do bebê? Não só porque trabalham, mas no caso de pai e mãe não

Religião – Especialmente se, como nós, eles são de diferentes religiões. No nosso caso, decidimos que falaríamos sobre Deus, mas não sobre uma religião específica. Que ele decide quando ele tem a capacidade de fazê-lo.

Compromisso de ambos para deixar ou modificar maus hábitos – Se ambos procuram ser o maior exemplo de seus filhos, um bom começo é fazer um compromisso como os pais devem ter uma vida mais saudável e longe de vícios ou hábitos prejudiciais.

Há muitos outros assuntos que são importantes para abordar, como finanças, quem serão os patrocinadores e muito mais. Lembre-se que a chave é que ambos sabem o que querem como casal e como pais. Boa sorte!

Procure por mim no instagram como @sermadrepr.

Fotos: iStock | BabyCenter